Senador Acir Gurgacz recepciona senadores japoneses

    0

    O senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que integra a Comissão Representativa do Congresso Nacional, participou nesta sexta-feira, 10/01, da solenidade de recepção de um grupo de parlamentares japoneses que está em missão oficial no Brasil, liderados pela presidente da Câmara dos Conselheiros, senadora Akiko Santo.
    A recepção ocorreu na sala de cerimonial da presidência do Senado Federal e foi conduzida pela senadora Leila Barros (PSB-DF), com a participação do senador Paulo Rocha (PT-PA) e outros seis senadores japoneses: Hiroshige Seko, Hiroyuki Nagahama, Makoto Nishida, Mitisuko Ishii, Mikishi Daimon e Akira Yamada.
    Na pauta, as relações bilaterais Brasil/Japão, questões econômicas e ambientais, parceria entre os parlamentos dos dois países e as Olimpíadas de Tóquio 2020. O senador Acir Gurgacz, falando em nome dos parlamentares da Amazônia, disse que a parceria técnica e financeira entre o Brasil e o Japão para a recuperação das áreas degradadas da região, com objetivo de aumentar a produção agrícola, pode ser uma maneira de aproximação maior entre os dois países. “Os dois países possuem uma relação histórica de cooperação, mas podemos ampliar ainda mais, especialmente em Rondônia e na Amazônia, onde queremos ampliar a produção agropecuária e proteger o meio ambiente”, frisou Gurgacz.
    Em 2020, serão celebrados os 125 anos das relações diplomáticas entre Brasil e Japão, que se iniciou com a assinatura do Tratado de Amizade, Comércio e Navegação, em 1895, permitindo o início da imigração japonesa para o Brasil, em 1908. Atualmente, o Brasil abriga a maior comunidade de descendentes de japoneses, cerca de 2 milhões, e o Japão tem a terceira maior comunidade de brasileiros fora do Brasil, cerca de 200 mil. “Vamos completar este ano 112 anos de boas relações diplomáticas e queremos ampliar essa experiência no campo econômico, social, ambiental e cultural”, disse a senadora Akiko Santo.
    A senadora Leila Barros, ao ser indagada pela senadora Mitisuko Ishii, destacou a participação das mulheres no Parlamento Brasileiro, que, a exemplo do Parlamento Japonês, ainda é pequena, mas tem crescido nos últimos anos. “É com orgulho que recebemos uma mulher como presidente do Parlamento Japonês e vamos estreitar nossas relações para que juntas possamos conquistar um espaço ainda maior para as mulheres na política, pois as mulheres possuem um olhar mais atento para as questões sociais”, disse Leila.