A transformação começa pela educação

0

Educar é investir na formação do ser humano. Investimento este que tem retorno assegurado no médio e longo prazo. Quando nos deparamos com uma criança é comum perguntarmos a ela o que ela quer ser quando crescer. Muitas vezes, nos surpreendemos com respostas decididas. Mas é comum também não recebermos resposta alguma ou aumentarmos ainda mais a dúvida sobre a escolha pessoal ou profissional desta criança.

De fato, a infância é uma fase de muitas incertezas, mas o certo é que quanto mais cedo educarmos nossos filhos sobre os princípios morais e éticos, os valores familiares e religiosos, as habilidades esportivas, artísticas ou profissionais, muito mais cedo esta criança terá, ela mesma, as respostas para suas dúvidas e um caminho definido para seguir adiante em sua juventude e vida adulta.
Portanto, é na tenra idade da infância que temos que dar condições para que essa criança seja um adulto realizado em todas as suas aspirações pessoais e profissionais. Essa tarefa começa em casa e é completada em nossas escolas, nos grupos de trabalho, nas atividades esportivas e culturais, nos centros comunitários e nos espaços de lazer.

Esses espaços são de fundamental importância na formação da cidadania, mas o mais importante deles sem dúvidas é a escola. Cabe a escola formar cidadãos que possam refletir sobre os seus atos e sobre os acontecimentos a sua volta. Pessoas conscientes de seus direitos e deveres e capazes de compreender os processos econômicos e políticos que fazem parte do País.Na educação pública, a construção de uma escola de qualidade começa nos municípios. É verdade que os municípios, sozinhos, não possuem capacidade financeira para realizar todas as mudanças necessárias. Isso porque as melhorias na educação exigem muitos investimentos. Exigem novas posturas com o profissional da educação. Todos eles carecem do reconhecimento do seu trabalho, carecem de assistência pedagógica, e, sobretudo, do respeito da sociedade, além de salário digno.

Uma educação de qualidade exige espaço físico adequado, atraente, capaz de proporcionar a criança o conforto necessário que auxilie no seu bem estar. Uma educação de qualidade exige tempo. Exige a universalização de conteúdos, de práticas pedagógicas em sala de aula e também de atividades extra-salas, contemplando o enriquecimento cultural diversificado. Para tal, nada melhor que a educação de período integral. A escola ideal, com atendimento médico e odontológico, merenda escolar balanceada, acompanhamento psico-pedagógico, bibliotecas, laboratórios e práticas esportivas.

Esta é a escola que desejamos para todos os brasileiros, indistintamente da região em que residam ou a que nível social pertençam. Essa transformação deve começar justamente pela federalização do ensino fundamental, pois com certezas os municípios sozinhos não conseguirão promover essa mudança. O governo federal precisa entrar com mais força nessa seara, sendo o grande indutor da revolução pela educação que nosso país precisa.
Uma boa semana a todos!

Senador Acir Gurgacz.