Aprovado projeto que concederá incentivos financeiros aos produtores rurais da Amazônia

    0
    Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) realiza reunião com 8 itens. Entre eles, o PLC 47/2017, que regulamenta atividades das mulheres marisqueiras. Em pronunciamento, senador Acir Gurgacz (PDT-RO). Foto: Jane de Aráujo/Agência Senado

    Foi aprovado nesta quarta-feira (24/04), na Comissão de Agricultura de Reforma Agrária do Senado Federal (CRA), o Projeto de Lei nº 376/2017, de autoria do senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que concederá incentivos fiscais e econômicos aos produtores rurais de Rondônia e da Amazônia Legal que promovam a preservação, a conservação ou a recuperação da cobertura florestal em suas propriedades.

    A medida visa estimular o uso sustentável das áreas danificadas de Rondônia e de toda a Amazônia Legal por meio de compensações financeiras aos agricultores que recuperarem áreas degradadas. “Nossa proposta é que o produtor rural que promova a preservação, a conservação ou a recuperação de cobertura florestal possa abater diretamente na Declaração de Imposto de Renda o valor correspondente aos seus custos para conservação ou recuperação dessas áreas, além de receber o pagamento pelos serviços ambientais que executar”, pondera Acir.

    O senador destaca que os estados que compõem a Amazônia Legal concentram 98% das áreas de conservação no país, e por isso sofrem um rígido controle, que limitam o desenvolvimento de importantes atividades econômicas. “É fundamental que haja uma política de compensação aos produtores da região para que consigamos conciliar com mais efetividade a proteção ambiental e a produção agrícola, pois o agricultor que já protege o meio ambiente se sentirá reconhecido e estimulado a proteger ainda mais as nascentes de água e as florestas”, justifica Acir. 

    O projeto será enviado agora para a Comissão de Meio Ambiente (CMA) e depois para votação na Câmara dos Deputados.

    Assessoria de Imprensa – 61 3303-2148