Acir aponta desafios para o desenvolvimento de Rondônia

    0
    Acir Gurgacz escola tempo integral

    O senador Acir Gurgacz (PDT) aponta a necessidade de fortes investimentos na infraestrutura, em segurança pública, na saúde e na agricultura como pontos estratégicos para estimular o desenvolvimento de Rondônia em 2019.

    Acir, que presidiu as Comissões de Agricultura e de Infraestrutura do Senado, conseguindo levar muitas obras e aprovar projetos importantes para essas duas áreas no Estado, diz que essas continuarão sendo suas principais bandeiras neste ano que se inicia.

    “Melhorando a infraestrutura e fortalecendo a agricultura, que é a base da economia de nosso Estado, vamos gerar receita para realizar os investimentos em saúde, educação e segurança pública, bem como criar mais empregos e renda para a população”, salienta Acir.

    RODOVIAS

    Na infraestrutura, o senador aponta que os principais desafios para 2019 serão pavimentar a BR-319, que liga Porto Velho a Manaus, realizar a concessão e iniciar a duplicação da BR-364, e pavimentar rodovias estaduais importantes para o escoamento da produção agrícola, como a Rodovia do Boi (RO-370) – rodovia paralela à BR-364.

    “Em 2018 conseguimos avançar na abertura da BR-319 e já incluímos dotação orçamentária no Orçamento da União para pavimentação dessa rodovia, assim como já alocamos emenda de bancada, no valor de R$ 45 milhões, para a pavimentação da rodovia do boi”, detalha Acir.

    O senador aponta também a pavimentação da rodovia que liga Nova Mamoré a Ariquemes como um grande desafio para o governo do Estado. “Precisamos ampliar a nossa malha viária no interior do Estado, interligando as rotas de produção com os polos de escoamento, e isso é dever do Estado”, observa Acir.

    AGROINDUSTRIALIZAÇÃO

    Todo esse investimento em infraestrutura tem que estar associado ao incremento da assistência técnica e facilitação do crédito para os agricultores. Para Acir, primeiro é necessário um grande salto no aumento da produtividade dos produtos agrícolas, com um trabalho do Estado “porteira a dentro”, levando assistência técnica, com horas/máquinas, distribuição de sementes e mudas de qualidade, inseminação artificial e novas tecnologias para os produtores.

    Para Acir, a transformação da economia agrícola do Estado, de primária para industrializada, precisa do suporte do governo do Estado e das agências de fomento públicas. “Primeiro é necessário aumentar a produção, para então iniciarmos um processo de industrialização de nossa agricultura, que será o grande salto para o futuro. Para isso, são necessárias políticas públicas bem definidas e uma ação efetiva do Estado, beneficiando o pequeno, o médio e o grande produtor, em todos os setores, diversificando nossa produção e gerando riqueza para todos”, salienta Acir.

    O senador aponta a regularização fundiária, a recuperação das pastagens e das áreas degradadas, o crédito e o investimento em novas tecnologias como os principais desafios da agricultura rondoniense. “Aprovamos a Lei da Regularização Fundiária, que – entre muitas medidas positivas para os proprietários de terra – permitiu a transferência de terras da União para Rondônia. Então agora é necessário recriar o Iteron e acelerar a entrega de título para todos os rondonienses”, aponta Acir.

    SAÚDE

    Na área da Saúde, o senador insiste na proposta de regionalização e descentralização dos serviços. “É preciso estruturar os polos regionais para o atendimento de alta complexidade e fortalecer a rede ambulatorial com unidades básicas de saúde em todos os municípios, distritos e bairros das principais cidades, para que a saúde chegue cada vez mais perto da população”, frisa Acir.

    Em 2018, o senador Acir destinou R$ 20 milhões para a Saúde de Rondônia, mas lamenta que o seu grande projeto para o setor não tenha avançado, pois as obras de construção do Hospital Regional de Ariquemes foram paralisadas. Acir conseguiu assegurar R$ 32 milhões junto ao governo federal para execução da obra, mas a obra não avançou por incompetência do então secretário de saúde.

    Para 2019, Acir já conseguiu assegurar no Orçamento da União R$ 20 milhões para as obras do Hospital Regional de Ji-Paraná e R$ 12 milhões para o Hospital Regional de Vilhena. “Vou continuar trabalhando para trazer recursos para a saúde, mas vou cobrar ainda mais que esses recursos sejam aplicados, sem desvios ou mal-feitos”, assevera Acir.

    SEGURANÇA PÚBLICA

    O senador entende que a segurança pública também traz um grande desafio para os governantes, parlamentares e gestores públicos. Rondônia é um Estado rural e tem a maior fronteira com um só país, a Bolívia, com vazios de ocupação de mais de 200 quilômetros. Além de fazer parcerias com o governo federal para a segurança nas áreas de fronteira, o senador aponta que o setor de segurança precisa ser reestruturado. “Melhorar a segurança é um grande desafio e exige ação enérgica, porém, bem planejada. No Senado, eu consegui recursos para equipar a Polícia Militar e implantar o monitoramento eletrônico nas principais cidades. Agora, o Estado precisa de um plano de segurança integrado, com a união das forças policiais”, frisa Acir. “É preciso reforçar a segurança nas fronteiras e o policiamento em ruas, praças e escolas de todos os municípios”, acrescenta.

    EDUCAÇÃO

    O senador também aponta alguns desafios na educação, principalmente na implantação da escola de tempo integral, na valorização dos servidores e na construção de novas creches e escolas. Acir lembra que a educação tem que ser tomada como prioridade. “Não adianta apenas o discurso. Eu destinei recursos para a construção de 12 creches em Porto Velho, mas o governo municipal não tinha a educação como prioridade e perdeu mais de 20 milhões que já estavam liberados pelo Ministério da Educação”, relata Gurgacz.

    O senador acredita que 2019 pode ser um grande ano para Rondônia e para o Brasil, e convoca a população para participar da cobrança e fiscalização dos governos eleitos.  “Os governadores, parlamentares e o presidente eleito prometeram muita coisa e agora cabe a todos nós cobrar as promessas. Eu vou continuar trabalhando para o desenvolvimento de Rondônia e do país”, completa Acir.