Notícias
28
DEZ
  Acir Gurgacz se mantém entre os ‘cabeças’ do Congresso Nacional

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) mais uma vez foi considerado um dos 100 ‘cabeças’ do Congresso Nacional na lista referente a atuação em 2017, divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap).

O senador Acir Gurgacz entrou para a lista dos mais influentes do Congresso em 2011, quando foi indicado como parlamentar em ascensão. Em 2012, quando foi presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária e relator de Receitas do Orçamento da União pela primeira vez, entrou para a lista dos cabeças do Congresso Nacional.

Segundo o Diap, os ‘cabeças’ do Congresso se caracterizam no protagonismo pela capacidade de debater, articular, negociar e conduzir votações. A habilidade atribuída ao senador rondoniense foi de negociador.

O senador Acir Gurgacz é líder do PDT no Senado e presidente estadual do partido em Rondônia. Atualmente, Gurgacz é vice-presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), e foi o presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária no biênio 2011-2012.

O senador tem uma atuação destacada em diversas comissões temáticas do Senado, onde se discutem o mérito das matérias que depois são votadas no plenário. Acir é membro titular das comissões de Infraestrutura; de Assuntos Econômicos; de Constituição e Justiça; da Comissão Mista de Orçamento, além da de Agricultura.

O senador também é titular da Comissão Especial do Desenvolvimento Nacional, que discute a Agenda Brasil, que é uma agenda positiva para estimular o reaquecimento da economia brasileira. Gurgacz é também membro do Grupo Parlamentar Brasil-Polônia e do Parlamento do Mercosul (Parlasul).

Desde que chegou no Senado, em 2009, o senador Acir tem se destacado nas discussões sobre os rumos da política e da economia do Brasil. Acir foi relator de Receitas do Orçamento Geral da União de 2012 e fez parte do grupo responsável pela análise do PPA-2012/2015 e do PPA 2016-2019.

O senador rondoniense também foi relator setorial de Infraestrutura do Orçamento da União de 2015 e relator de Receitas do Orçamento da União de 2016, além de relator do parecer do Tribunal de Contas da União (TCU) que recomendou a rejeição das contas do governo federal em 2014.

A participação na Comissão Mista de Orçamentos e todas essas relatorias deram uma projeção nacional para o mandato do senador Acir Gurgacz, que passou a dialogar com o governo, com a oposição, com todos os partidos e setores da economia para elaborar seus relatórios e pareceres em votações importantes no Congresso Nacional.

Gurgacz também foi convidado para participar do Conselho Superior de Economia da Fiesp, onde apresentou propostas de geração de receitas para a União sem o aumento de impostos ou a criação de novos, como a CPMF. Também participou do Fórum do Agronegócio dos BRICS e de missões internacionais na China e Europa, onde estabeleceu contatos visando a ampliação das exportações da carne brasileira, em especial da carne de Rondônia.

Para o senador Acir Gurgacz, a presença de seu nome na lista do Diap é um reflexo natural de seu trabalho no Congresso. “Eu vim para o Senado para trabalhar por Rondônia e pelo Brasil, e para isso assumi funções de liderança e de muita responsabilidade, o que naturalmente nos coloca num papel de interlocutor da população e de diversos setores da sociedade aqui no Senado e junto ao governo”, avalia Gurgacz.

Na definição do DIAP, “os cabeças” são parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades. Entre os atributos está o protagonismo no processo legislativo, a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações, negociações e formulações de propostas.

O DIAP faz estudos para definir os mais influentes desde 1994. Nos 23 anos, apenas um parlamentar manteve-se em todas as edições. É o senador Paulo Paim (PT-RS). Na Câmara dos Deputados são 513 parlamentares e, no Senado, 81. Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 60 são deputados e 40 são senadores.

« VOLTAR

 
 
 
 
mais noticias
10
JAN
  Acir leva diligência para avaliar obras no BR-319 no período de chuvas
14
DEZ
  Senado aprova renegociação dos débitos de produtores rurais
08
DEZ
  Ji-Paraná terá curso de Medicina
07
DEZ
  Projeto de Acir que impede suspensão de obras públicas é aprovado
07
DEZ
  Projeto do senador Assis Gurgacz inclui assistência técnica no crédito rural
07
DEZ
  Plenário examinará projeto sobre calúnia contra candidato a cargo político
06
DEZ
  Acir Gurgacz saúda emenda constitucional que beneficia servidores de ex-territórios
05
DEZ
  Avança projeto que aperfeiçoa aproveitamento de potenciais energéticos
30
NOV
  Acir defende realização de balanço anual do presidente da República sobre educação
29
NOV
  Acir Gurgacz defende escola pública em tempo integral