Notícias
12
NOV
  Concessão da BR-364 será definida em 2018

A concessão da BR-364, trecho que liga Comodoro (MT) a Porto Velho (RO) foi tema de debate na audiência pública da Comissão de Infraestrutura do Senado na sexta-feira (10/11). O senador Acir Gurgacz, presidente da comissão, cobrou o cronograma e defendeu que duplicação do trecho entre Ariquemes e Pimenta Bueno seja feita antes do início da cobrança dos pedágios no Estado. “A duplicação nos primeiros anos não está sendo negociável, sem a duplicação não haverá pedágio”, salienta Gurgacz.

O projeto de concessão está com o cronograma atrasado e sem qualquer definição de trechos iniciais, valores ou distância entre as praças de pedágios. Adailton Cardoso, diretor de planejamento da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), disse que a empresa Sanches Tripoloni, responsável pelo estudo completo do projeto, trouxe dados abaixo do esperado.

A expectativa do senador Acir era de abertura do edital licitatório no início de 2018. Entretanto, será necessário aguardar a EPL receber a segunda versão do estudo até o fim de novembro para emitir novo parecer de técnicos no prazo de 60 a 90 dias. Com isso, o edital de concessão está previsto para o terceiro trimestre de 2018.

Apesar das novas datas, o Governo disse que a concessão da BR-364 é prioridade entre os outros projetos de rodovias. Tatiana Thomé de Oliveira, da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos (SPPI), assegurou que a rodovia vai a leilão no ano que vem.

Luiz Felipe Cardoso, diretor do departamento de Outorgas de Tansportes Terrestre e Aquaviário (Ministério dos Transportes) afirmou que o compromisso do Governo é com o usuário e que o próximo estudo deve deixar o projeto com características com maior aceitabilidade pela população. Cardoso ainda disse que buscam o equilíbrio de expectativas entre Governo, concessionária e usuário.

Projeto Multivias de Vilhena

O diretor-Geral do DNIT, Valter Casimiro, também esteve na audiência e reafirmou compromisso com novos projetos de construção e manutenção de rodovias em Rondônia e com a BR-364, até a definição da concessão. Gugacz cobrou o início da licitação do Multivias de Vilhena até o fim do ano, mas o compromisso do diretor do DNIT é para janeiro de 2018.
Acir ressaltou a demanda emergencial do contorno da BR-319 que passa por Porto Velho.

“Essa é uma situação muito delicada, temos um grande fluxo de caminhões dentro da cidade, o que acaba deixando as vias laterais perigosas e com baixa qualidade”, disse Gurgacz. Casimiro disse que vai aumentar a fiscalização com a ajuda da Polícia Federal, pois o tráfego de caminhões já restrito. Além disso, ressaltou que a iluminação do Rio Madeira que passa por Pimenta Bueno e Ariquemes já está pronto.

O projeto do trevo da BR-435 com a BR-364 está pronto e será colocado no orçamento de 2018. O trecho da BR-174 que liga Vilhena (RO) a Juína (MT) ainda está em estudo de viabilidade e as obras devem ir à licitação em junho do próximo ano.

« VOLTAR

 
 
 
 
mais noticias
08
DEZ
  Ji-Paraná terá curso de Medicina
07
DEZ
  Projeto de Acir que impede suspensão de obras públicas é aprovado
07
DEZ
  Projeto do senador Assis Gurgacz inclui assistência técnica no crédito rural
07
DEZ
  Plenário examinará projeto sobre calúnia contra candidato a cargo político
06
DEZ
  Acir Gurgacz saúda emenda constitucional que beneficia servidores de ex-territórios
05
DEZ
  Avança projeto que aperfeiçoa aproveitamento de potenciais energéticos
30
NOV
  Acir defende realização de balanço anual do presidente da República sobre educação
29
NOV
  Acir Gurgacz defende escola pública em tempo integral
28
NOV
  Comissão vai verificar obras de manutenção e estado da BR-319
22
NOV
  Acir destaca aniversário do município de Ji-Paraná