Notícias
02
AGO
  CDR aprova projeto que amplia isenção de IPI a produtos da Amazônia Ocidental

Todos os produtos elaborados na Amazônia Ocidental com matérias-primas originárias da região podem ficar isentos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). É o que determina o Projeto de Lei do Senado (PLS) 210/2010, aprovado nesta quarta-feira (2) pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR). O projeto segue para a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), onde recebe decisão terminativa.

A Amazônia Ocidental é formada pelos estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima. Atualmente, a isenção para produtos produzidos por estabelecimentos localizados nessa região vale apenas para aqueles feitos com matéria-prima agrícola e extrativa vegetal da região, exceto a de origem pecuária.

De acordo com o autor do texto, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), as regras são inconsistentes e afetam o desenvolvimento da Amazônia porque limitam drasticamente o tipo de matéria-prima. Com isso, explicou, a região deixa de aproveitar as potencialidades de segmentos como o agrossilvopastoril, agroindustrial, minerador, bioindustrial e de reciclagem de resíduos.

Nesse contexto, a região é induzida a exportar apenas produtos primários, que serão matéria-prima para a indústria em outras regiões e, muitas vezes, retornarão à própria Amazônia Ocidental como produtos acabados e livres de IPI. O senador explica que são oferecidos benefícios fiscais a produtos de outras regiões do país destinados ao consumo na Amazônia Ocidental, como forma de compensar o alto custo de transporte por longas distâncias.

Para o relator, senador Sérgio Petecão (PSD-AC), foge à racionalidade o fato de que uma empresa localizada em outro ponto do território nacional adquira matérias-primas da Amazônia Ocidental e exporte os produtos processados com isenção do IPI para a mesma região, enquanto as empresas locais que industrializem a mesma matéria-prima sejam obrigadas a pagar o tributo.

“O privilégio para os bens produzidos em outras regiões do país acaba por condenar a Amazônia a uma perene, odiosa e injustificável condição de mera fornecedora de matérias-primas e consumidora de bens industrializados", alertou Petecão. "Isso é a própria negação da diretriz constitucional que preconiza a correção das desigualdades regionais”.

Logística

Também foi aprovado requerimento para a realização de seminário, em Cuiabá, no próximo dia 7, sobre o futuro da logística na região e o que deve ser feito para melhorá-la. Proposto pelo senador Wellington Fagundes (PR-MT), o debate deve contar com as presenças de representantes do Ministério dos Transportes, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit); da Empresa de Planejamento e Logística (EPL); das agências nacionais de transportes Terrestres (ANTT) e Aquaviários (Antaq); do Movimento Pró-Logística de Mato Grosso e da Associação Matrogrossense dos Municípios, entre outros.

— Precisamos discutir alternativas para o desenvolvimento do nosso estado — afirmou o senador.

Audiência

A presidente da CDR, senadora Fátima Bezerra (PT-RN), anunciou nova data para a audiência pública com o ministro da Integração Regional, Helder Barbalho. No próximo dia 23, ele comparecerá ao Senado para esclarecer pontos como o cronograma e o orçamento para a conclusão das obras da transposição do Rio São Francisco. Em especial, o trecho que levará a água até Paraíba e Rio Grande do Norte.

« VOLTAR

 
 
 
 
mais noticias
21
SET
  Rondônia precisa de planejamento estratégico, diz Acir Gurgacz
19
SET
  Comissão de Infraestrutura deverá ouvir DNIT sobre investimentos em rodovias
19
SET
  Rede Amazônica é homenageada pelos 45 anos no Congresso Nacional
14
SET
  Acir Gurgacz anuncia ampliação do programa Luz Para Todos em Rondônia
12
SET
  Acir Gurgacz pede investimentos em infraestrutura para escoar produção agrícola
06
SET
  Azul vai operar com jatos em Ji-Paraná
06
SET
  Acir cobra mais armazéns da Conab em Rondônia
23
AGO
  Acir Gurgacz critica atendimento dos planos de saúde privados
21
AGO
  Acir Gurgacz elogia desempenho de cooperativas de crédito
18
AGO
  Gurgacz propõe condições para facilitar pagamento do Funrural retroativo