Notícias
31
MAI
  Congresso derruba veto à reforma do ISS e reforça arrecadação de municípios

Em sessão na noite de terça-feira (30), o Congresso Nacional derrubou o veto parcial à Lei 157/2016-Complementar, que reformulou o chamado Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). Com a derrubada do Veto 52/2016, a cobrança do ISS será feita no município do domicílio dos clientes de cartões de crédito e débito, leasing e de planos de saúde e não mais no município do estabelecimento que presta esses serviços.

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) defendeu a derrubada do veto, argumentando que a mudança vai aumentar a arrecadação da grande maioria dos municípios. O veto presidencial foi rejeitado com 49 votos a 1 no Senado e 371 votos a 6 na Câmara.

“Hoje, o imposto das compras na internet com o cartão de crédito, do leasing e dos planos de saúde é repassado somente para os locais de origem, onde estão instaladas as lojas virtuais ou a sede das empresas, derrubamos o veto justamente para mudar essa regra, para que os municípios em que estão os consumidores também recebam parte desses impostos”, explicou o senador Acir.

Essa alteração da tributação para o domicílio do cliente era uma antiga reivindicação de prefeitos. Entretanto, o mecanismo foi vetado, pois, segundo o governo, a mudança traria “uma potencial perda de eficiência e de arrecadação tributária, além de redundar em aumento de custos para empresas do setor, que seriam repassados ao custo final”, ou seja, ao consumidor.

A Lei 157 teve origem no Substitutivo da Câmara dos Deputados (SCD) 15/2015 ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 386/2012 – Complementar, de autoria do senador Romero Jucá (PMDB-RR). A matéria foi aprovada em dezembro do ano passado pelos senadores.

Diversos senadores e deputados defenderam a derrubada do veto, por entenderem que os estados e municípios serão beneficiados com mais recursos. De acordo com o senador Acir Gurgacz, Rondônia deverá receber cerca de R$ 27 milhões/ano de repasses do ISS. “É uma receita importante que irá direto para os municípios para investimentos em infraestrutura, na educação e na saúde”, detalhou.

« VOLTAR

 
 
 
 
mais noticias
22
JUN
  Justiça libera obras de manutenção na BR-319
22
JUN
  Acir Gurgacz cobra mais ação do Congresso e defende antecipação das eleições de 2018
20
JUN
  Ibama e Dnit contestam paralisação da manutenção da BR-319
19
JUN
  Acir Gurgacz critica embargo das obras de recuperação da BR-319
13
JUN
  Acir Gurgacz contesta embargo das obras de restauração da BR-319
07
JUN
  Acir Gurgacz critica falta de saneamento básico e água tratada em Porto Velho
05
JUN
  Gurgacz defende participação da sociedade nas discussões sobre o meio ambiente
02
JUN
  Senado realizará mais uma audiência pública sobre a BR-364
02
JUN
  Acir comemora avanços na regularização fundiária
01
JUN
  Senado aprova fim do foro privilegiado